segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

As baboseiras da Rede Record

Soube esses dias que um documentário polêmico sobre a história da Rede Globo pode ser exibido pela Record. Segundo as palavras do site do Jornal do Brasil, "manipulação da opinião pública e apoio da ditadura militar à emissora de Roberto Marinho são temas do filme".

Penso que já está na hora de alguém lembrar a Record que essa empreitada em tentar diminuir e tomar o lugar da emissora global, com a desculpa da luta pela verdade, não convence mais ninguém. Campanhas anti-Globo no twitter, besteiras faladas em diversos programas, ataques por telejornais e mais um monte de coisa. Alguém ainda acredita em uma luta limpa?

Tô longe de ser entusiasta da Globo. Esta também cansa de destilar ataques à emissora do Edir Macedo, mas pelo menos não é tão explícita, apelativa e desesperada na hora de tentar diminuir a rival. Explico.

Numa madrugada, com uma insônia desgraçada, liguei a TV. Zapeando por entre os canais, parei no Fala que eu te escuto, da Record. O programa é interessante, com temas pertinentes e bem desenvolvidos pela reportagem. Vale a pena assistir, pelo menos até a parte em que o pastor toma a palavra e começa a cagar pela boca.

Nesse dia, o assunto era a Rede Globo. Era época da Copa do Mundo 2010, e o programa já começava mostrando as campanhas do "Um dia sem Globo" no Twitter, que foi um boicote proposto por um movimento virtual ao jogo Brasil x Portugal que a emissora iria transmitir. Acho que mostrando é uma palavra fraca. Eles na verdade pareciam panfletar a campanha, com muito empenho por parte dos envolvidos. E dentre os quadros do programa haviam matérias supostamente "investigativas" contra a emissora da família Marinho, com pessoas totalmente fora de contexto afirmando que a Record teria capacidade pra transmissão dos principais eventos de futebol, dentre outras besteiras.

O que me intrigou é que, durante a matéria, eram exibidas imagens de alguns programas da Record, como A Fazenda, o Programa do Gugu e uma seleção de cenas de quadros em que os convidados têm que andar por uma ponte na altura de um prédio. Ou seja, este material de alta qualidade era a opção ideal pra "salvar o telespectador das garras da Rede Globo".

O ponto alto do programa foi a frase emblemática que o pastor soltou, após uma pausa bem dramática:

"A culpa de todas as mazelas deste país é da Rede Globo."

Parece até piada, mas não é sacanagem. Não me aguentei de tanto rir.

Merda. Podem me chamar de grosseiro ou quaisquer outros impropérios, mas dá pra usar uma palavra mais suave do que "merda" quando o pastor toma a palavra e, todo pomposo e serelepe, como quem está prestes a falar algo de extremo valor à humanidade, diz que tudo de ruim no Brasil é por culpa de uma emissora de televisão?
E ainda querem dizer que isso tudo é feito pela luta da democratização da TV? Não, a imagem do Edir Macedo montado num cavalo branco correndo para resgatar a princesa sequestrada pelo dragão global não cola muito.
Na boa, Record, tenha um pouco mais de seriedade.

O maior problema dessa briga Record x Globo é que isso tá longe de ser uma luta pela verdade. É apenas um atirando no outro pra ver quem fica com a hegemonia da TV brasileira. E é por essas e outras que é ilusão alguém achar que a Record veio pra "salvar" alguém.


***

Relendo tudo, vejo que o post ficou com um tom meio ácido e rude. 
Mas é isso aí mesmo, me processa Edir.

6 comentários:

Analine Molinário disse...

Julião.
Adorei.
Acho que a Record perde muito tempo tentando criticar a Globo. Esse tempo poderia ser usado para colocar no ar programas que somariam na vida do telespectador e não programas como 'A Fazenda'. É evidente que no quesito reportagem, eles têm em mãos um importante aliado para vencer a Rede Globo, mas utilizam de forma errada. Sempre no Jornal da Record após exibirem uma grande reportagem eles repetem algo para engradecer a emissora. Isso é meio sensacionalista em alguns momentos e faz com que o público pensante sinta-se incomodado. É triste isso. Não sou 100% a favor da Rede Globo, tampouco 100% a favor da Record.
Ótimo texto.
Parabéns, você escreve muuito bem.
Beijos, Analine.

Douglas Vieira disse...

Escreveu muito bem mlk!
Concordo com o q vc escreveu. Essa briga entre as duas é ridicula e quem perde é o telespectador.

Ri muito do final
"Mas é isso ai mesmo, me processa Edir"
UHSAHASUHSAHASUSA.

Abraço mlk!

Marley disse...

gostei do seu blog é tipo um Datena 2 shuahsua
zuera parabens pelo blog ;)

Andrezza Vieira disse...

É um tema bem polêmico. Vc ta certo em falar da inexistência da luta limpa e, de certo modo, desmascarar a Globo pode acabar dando audiência para ela.
Sobre o "fala que eu te escuto", já ouvi falar, mas nunca cheguei a assisti. Só o que esse pastou falou é absurdo, tirou toda a lógica que ele podia ter construido.

Bom texto, vou seguir seu blog e voltar mais vezes. Abraço!

Andrezza Vieira disse...

Que coincidência, mesmo! Você faz jornalismo onde, e ta em que semestre?
eu fiz o blog antes de começar o curso (as aulas iniciaram essa semana) pq ouvia falar que era recomendado e tal...

obrigada pelo comentário. dou os parabens pro seu blog tb, apesar de conhecer a pouco tempo e só ter lido o post mais atual... mas prometo voltar mais vezes, conhecer seu trabalho melhor.. até pq vc escreve mt bem e estuda jornalismo rsrs
Apareça! abraço..

Larissa Matos disse...

Depois dessa frase do pastor até eu ri! hha
seguindo :D
http://seriesbooksmovies.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...